Image Alt

Um virar da esquina pouco provável: a Igreja de São Domingos em Lisboa

O que escrever sobre Lisboa que ainda não tenha sido dito? Provavelmente nada! Visitamos, revisitamos e reinventamos a cidade todas as vezes que olhamos para ela! Ela é sempre diferente aos olhos do/a visitante mais atento. O que a torna fascinante. E é nesse momento, em que olhamos para a cidade com olhos de quem procura, que encontramos “pequenos” pormenores que a cidade esconde, como é o caso da Igreja de São Domingos. Quem a conhece? Provavelmente poucas pessoas, apesar de ficar mesmo ao lado do Rossio e do bar  “A Ginjinha”.

Um acaso, chamado curiosidade, fez-me entrar na Igreja de São Domingos. Entrei na certeza que iria encontrar uma igreja como as outras, sumptuosa na talha dourada e acompanhada por imagens e pinturas valiosas. Mas não. Lembro-me de ter tido um choque visual, seguido de uma grande comoção. A sensação foi a de estar a entrar numa espécie de cenário de guerra, isto porque a igreja conserva, no seu interior, as marcas de um violento incêndio que sofreu em 1959 e que fez com que a igreja estivesse fechada até 1994. A pedra queimada parece chorar silenciosamente… não sei se os pecados dos/as crentes ou os da própria Igreja.

IMG_9218
Interior da Igreja de São Domingos, Lisboa

Reza a história que foi na Igreja de São Domingos que começou o massacre dos judeus na cidade, em 1506. Durante três dias, homens, mulheres e crianças foram torturados/as e queimados/as em fogueiras, bem junto à Igreja. Talvez por isso, hoje, bem perto da praça da Igreja, possamos ler, num muro: “Lisboa, Cidade da Tolerância”. Talvez por isso, quase como por ironia do destino, este seja um lugar feito de diversidades multiculturais. Um lugar de passagem onde, talvez, alguém repare nas palavras.

IMG_9239

O que escrever sobre Lisboa que ainda não tenha sido dito? Acho que temos por aí muita coisa!


Detalhes
Marcelo Andrade @iremviagem
Planeie a sua viagem

Se fizer a reserva através dos seguintes links, não paga mais por isso e ajuda o Ir em Viagem a continuar as suas viagens

  • Faça um seguro de viagem com a IATI (e ainda recebe 5% de desconto)
  • Encontre o melhor alojamento no Booking. É onde fazemos as nossas reservas.
  • Poupe em taxas bancárias usando o Cartão Revolut.
  • Quer evitar filas? Reserve no GetYourGuide os seus bilhetes para monumentos e tours.

Este post pode ter links afiliados

Escrever um comentário

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit sed.

Follow us on