Piodão: a aldeia presépio

Saímos da Covilhã a meio da manhã. O dia estava nublado e até Piódão são cerca de 90 quilómetros de uma estrada feita de curvas. A aldeia de Piódão está situada em plena Paisagem Protegida da Serra do Açor, no concelho de Arganil, com vistas que todos descrevem como “de tirar o fôlego”. Acreditamos que sim, mas a zona ardida era tão grande que o percurso tornou-se devastador. Aliás, a exceção foi precisamente a aldeia histórica do Piódão, cuja encosta que a rodeia escapou às chamas. Onde vemos verde, nasce sempre alguma esperança.
IMG_8967IMG_8969

Depois de uma curva lá aparece ela, assim de surpresa. Piodão é uma das aldeias históricas de Portugal, classificada como imóvel de interesse público desde 1978, pela beleza do seu enquadramento natural, mas também pela sua antiguidade (a freguesia foi criada em 1676). É também apelidada de “aldeia presépio”, devido à disposição empilhada das suas casas, em socalco, que constrói calçadas e travessas sinuosas. Casas feitas de xisto, com telhados de ardósia, que a população procura proteger. Nem sempre com muitas ajudas, confidenciava-nos uma das moradoras com quem conversamos. Casas escuras contrastadas com portas e janelas em madeira de azul pintadas. A combinação é perfeita.

IMG_8991IMG_8982IMG_8980.copie

À chegada, a Igreja Matriz ou Igreja de Nossa Senhora da Conceição. As suas paredes brancas (que mantêm também os apontamentos de tom azul) e a porta vermelha, contrastam com a cor escura das casas e da montanha que as circunda. Uma igreja que remonta ao século XVII, mas que no final do século XIX foi reconstruída ao gosto neo-barroco, ecléctico e romântico da época. O seu interior é rico de simples, com retábulos do século XVII e uma imagem da Nossa Senhora da Conceição que data o século XV.

IMG_8987Para quem se quiser aventurar, há vários trilhos que saem de Piódão, junto à Igreja Matriz. Os trilhos estão bem identificados por toda a aldeia e é possível recolher mais informações junto do Posto de Turismo/ e Núcleo Museológico que está no Largo Principal. Ficamos entusiasmados em fazer o percurso entre o Piódão e Foz d’Égua. Três quilómetros de caminhada. Naquele momento, começa a chover torrencialmente. Nada que o senhor do artesanato não nos tivesses avisado. Quem é da terra sabe destas coisas. Pegamos no carro e fomos até lá.

Foz D’ Égua é um pequeno açude ‘casamenteiro’ entre a ribeira do Piódão e a ribeira de Chãs d’Égua. Desse namoro nasceu uma piscina natural, que é um dos pontos de atração da zona. O tempo não estava para banhos, e por isso passeamos pela pequenas ruas e pontes de pedra, e sentamos-nos nas margens, lá onde as  ribeiras namoram.

IMG_8995

Não pernoitamos, nem almoçamos em Piódão. Contudo, foi possível constatar que a aldeia tem já uma boa oferta turística, a nível do alojamento, da restauração e de lojas de produtos locais (artesanato, licores, queijo, entre outros produtos gastronómicos). Fazer este registo é interessante, uma vez que a aldeia só se tornou acessível ao mundo na década de 70, com a abertura de uma estrada até à aldeia, e com a instalação de energia eléctrica. Até lá, o acesso tinha de ser feito a pé, tais eram estreitos os caminhos que não permitiam a passagem dos carros de bois.

Escondida na Serra do Açor, Piódão foi, durante séculos, um lugar de passagem entre o litoral e o interior, um lugar de refúgio, mas também de esconderijo, tal era a sua inacessibilidade. Um lugar onde o povo “moldava o destino pelas próprias mãos”. Na estrada, já de regresso a casa, olho para trás e despeço-me desta aldeia que hoje conhece novos “salteadores”. Não os que assaltavam os mercadores e pastores que por lá passavam, como em tempos idos, mas os que vieram com o turismo. Que a aldeia saiba fazer como os seus antepassados, unir-se e marcar identidade.


link-symbol_icon-icons.com_56927 Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s