No concelho de Idanha-a-Nova, Monsanto é com certeza a mais conhecida das Aldeias Históricas de Portugal, isto porque foi eleita a Aldeia Mais Portuguesa de Portugal, título que continua a ter até aos dias de hoje.

A bravura e a dureza das suas pedras graníticas avistam-se desde o sopé da montanha. Percorrer e desbravar a vila de Monsanto é sem dúvida ter a sensação de ser sucessivamente engolido por uma imensidão de penedos gigantes. A cada passo e até ao castelo sentimo-nos pequenos seres a divagar por entre as veredas, miradouros escondidos e casas esculpidas nas rochas. Não sei se é a mais bela de Portugal, mas tem,  uma beleza ímpar e imaculada.

17359356_1418262588247151_4257120200204710418_o

O mês de Janeiro é de Monsanto

 Um pouco de História…

Monsanto avista-se na encosta de uma grande escarpa, designada de Pelourinho de Monsanto (Mons Sanctus). Situa-se a nordeste da Guarda e irrompe, repentinamente, do campo. No ponto mais alto, o seu pico atinge os 100 metros.

A presença humana neste local data da era de Dom Afonso Henriques, apesar de a arqueologia nos dizer que foi local habitado pelos bárbaros, com vestígios da passagem visigótica e árabe. Conquistado por Dom Afonso Henriques, Monsanto foi doado ao rei de Portugal, em 1165, e desde aí foi sempre nosso, apesar das tentativas de invasão que sofreu ao longo da história. Em 1815 um grave acidente, provocado por um raio, destruiu o seu castelo medieval, pela explosão do paiol de munições.

Passeando por Monsanto…

Estacionamos o carro no miradouro da Praça dos Canhões, de onde se tem uma vista panorâmica fantástica. É um excelente ponto de partida para descobrir o centro de Monsanto.

17504709_1418262118247198_2384973114609737603_oNum primeiro olhar Monsanto encanta, mas preparem as vossas energias para algumas subidas íngremes, bastantes até! A subida até ao Castelo é gradual, mas é uma verdadeira escalada.

A Igreja de São Salvador, ou Igreja Matriz como é conhecida, aparece-nos a poucos passos, ao virar da curva. O portal tem arco de volta perfeita, assente em impostas. Tem moldura com decoração geométrica e é encimado por um friso. Sobre este e a toda a sua largura, a inscrição: SAN SALVADOR, referente à figura do padroeiro. Logo ao lado, a Torre do Relógio ou Torre de Lucano, a mesma já era avistada a partir do miradouro da Praça dos Canhões. No topo desta torre, antiga torre sineira, é possível ver a réplica do Galo de Prata que Monsanto ganhou como prémio de Aldeia Mais Portuguesa de Portugal (O verdadeiro está guardado pela autarquia local).

A vila está repleta de miradouros e placas indicando a existência de um ou outro trilho. Estão todos estrategicamente muito bem desenhados e permitem-nos ter várias perspetivas da vila. Para além dos miradouros outras pequenas surpresas vão aparecendo pelo caminho, tais como casas construídas no meio de penedos. É possível também visitar uma gruta, que em outros tempos, foi usada como abrigo, mas que atualmente aguça a curiosidade e mostra engenhos que os antigos usavam.

Até ao Castelo de Monsanto não há o que enganar, sempre a subir, passando pelos Penedos Juntos. A caminhada é vigorosa, mas a vista do topo é mesmo muito bonita.

17436287_1418263494913727_7896002917045544456_oNo interior da muralha podemos encontrar ruínas da Torre de Menagem e a Capela de Santa Maria do Castelo (do século XVIII).

17504245_1418262268247183_6307193771941208964_oMonsanto foi dos primeiros lugares fortificados (construído sobre anterior castelo muçulmano). Sofreu mudanças nos finais do século XIII e início do XIV, foi remodelado no século XIX e restaurado nas décadas de 1940/50.

Perto da entrada do Castelo (na chamada aba nordeste do castelo) podemos ainda vislumbrar as ruínas da românica Capela de São Miguel, que não tem telhado. Ao lado desta estão sepulturas escavadas na pedra (necrópole) e um campanário.

Pelo Castelo é possível fazer um percurso circular, aproveitando todos os ângulos e todas as perspetivas, subir aos pontos mais altos, abraçar histórias de lutas e batalhas, conquistas e derrotas.

A descida até ao carro deu para ter outra perspetiva da vila e foi possível apreciar outras curiosidades. Sabiam que o Zeca Afonso comprou uma casa em Monsanto e que se pretende transformá-la numa casa-museu dedicada ao cantor/ compositor português? De reter que o cantor não era natural desta vila portuguesa, mas visitou-a muitas vezes e ganhou por ela um encanto especial e o fez daquela terra também sua.

 

A vila é também conhecida pelo seu artesanato, nomeadamente pelas bonecas Marafonas, que são bonecas de trapos, feitas à mão, e que estão ligadas à fertilidade. Têm a curiosidade de não terem boca, nariz, nem olhos. Ao não ver, não podem contar. Dizem os mais velhos que para a questão da fertilidade funcionar tem de se colocar a boneca debaixo da cama do casal. Da vila é também conhecido o som do adufe, que está muito ligado à música tradicional. Se quiserem uma boa e bela recordação, comprem um destes instrumentos musicais. São feitos, originalmente, com a pele de ovelha, no seu interior têm  sementes secas e fitas coloridas na decoração.

Foi sem dúvida a descoberta de uma terra com luz própria, uma identidade abraçada por quem lá mora e por quem a visita. Monsanto pode ter crescido rodeada de turistas e visitantes, mas conseguiu manter a traça e a beleza natural de quem é privilegiado pela natureza e pelo tempo.

Onde ficar?

  • Casa Pires Mateus
  • Casa do Miradouro
  • Cantinho da Coxixa

Onde comer?

Calendário de festividades

  • Festa da Divina Santa Cruz (aconteceu a 5 e 6 de maio de 2018)
  • “Histórias da Aldeia entre a Noite e a Madrugada” (aconteceu nos dias 9,10 e 11 de novembro de 2018)

Locais próximos a visitar?

  • Monfortinho
  • Medelim
  • Penamacor

Encontramo-nos no próximo destino. Fevereiro será o mês de Sortelha.

Até lá boas descobertas.



link-symbol_icon-icons.com_56927 Ver também:
Zeneando por Castelo Rodrigo
Zeneando por Trancoso
Zeneando por Castelo Mendo
Zeneando por Almeida
Zeneando por Belmonde
Zeneando por Idanha-a-Velha

0 comentário em “Zeneando por Monsanto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: